26/07 - 31/07/2016

Atualizações / Notícias

Atrás

“Como quereis voltar para casa hoje?”

2016-07-30


Esta foi a pergunta feita pelo Papa Francisco aos jovens no final de seu discurso após a Via Sacra. Veja o que algumas pessoas presentes no Parque Blonia responderam

As estações da Via Sacra, representadas nesta sexta feira, 29, foram muito além de uma reflexão sobre o caminho percorrido por Jesus. Foi um convite ao serviço e às obras de Misericórdia. Em seu discurso após as encenações, no Parque Blonia, o Papa Francisco perguntou aos jovens: “Como quereis voltar para vossas casas, ou vossos alojamentos? Nesta noite, como querem voltar a encontrar-se com vocês mesmos?”

Para Priscila Volpato, brasileira de 29 anos, essa resposta já surgiu antes mesmo de vir à jornada. “Nós ganhamos sete pacotes de viagem para estar aqui em Cracóvia e, quinze dias antes de vir, a empresa que ia nos trazer estava toda confusa. Dois dias antes, nem tinha nos inscrito na Jornada. Então, nós nem sabíamos se vínhamos ou não. Rezamos para que, se fosse a vontade de Deus, que as coisas acontecessem e aconteceram” , contou emocionada. Ela disse ainda que voltará para casa levando um pouco de todas as coisas divinas que está vivendo. “Esperamos que a energia do Papa Francisco chegue a nossa comunidade, a nossa diocese, que precisa muito”.
A Irmã Valdez Maria Santos, de 36 anos,  diz que a Jornada é um presente de Deus aos jovens e a ela. “É um aprendizado novo a cada dia. Eu, como religiosa, me pergunto que rosto eu posso mostrar para a juventude. Isso me faz refletir em cada momento com os jovens, que eu vejo essa fé, essa alegria de estar aqui e isso me leva também a dizer: Deus me convida, Deus nos chama a sermos missionários e eu devo atender a esse chamado”, afirma.

Durante a Via Sacra, jovens de todo o mundo fizeram silêncio no Parque Blonia em Cracóvia. Nenhuma bandeira foi hasteada, em sinal de respeito e fé.


Taís da Silva

Está página contém cookies. Ao continuar navegando aceitará o seu uso.

Aceitar