26/07 - 31/07/2016

Hino


“Bem-aventurados os misericordiosos” já é o segundo hino da Jornada Mundial da Juventude de autoria polonesa. A composição anterior “Abba Pai foi redigida pelo Pe. João Gora, OP para a JMJ em Czestochowa em 1991 que até hoje goza de grande popularidade. O encontro com João Paulo II, Czestochowa 1991 (34:05).

Para o ano de 2000, também de muito bom grado compôs o hino de RomaEmmanuel”.

Mas, o verdadeiro hit e hino informal que é cantado sempre durante os encontros do Papa com os jovens é a composição do padre italiano Marco Frisina,Jesus Christ, you are my life”.

Aliás, vale a pena marcar que o objetivo das composições musicais não é apenas embelezar a solenidade ou integrar os jovens, mas também como indica a tradução grega – o louvor e a adoração. Do mesmo modo que os outros símbolos da JMJ, a Cruz e o Ícone, o hino tem que introduzir os fieis em oração. “Bem-aventurados os misericordiosos” é o hino oficial da XXXI Jornada Mundial da Juventude Cracóvia 2016. A escolha veio num envelope com as siglas “Dt 31,19”. Abaixo delas o autor do hino encontrou as palavras: “Agora, escrevam este cântico para vocês”.



Do que fala o hino da JMJ Cracóvia 2016?

Jakub Blycharz, compositor e autor do Hino da Jornada Mundial da Juventude de Cracóvia 2016, logo após ter vencido o concurso nos concedeu uma entrevista. Nos partilhou que, antes de empenhar-se nessa obra, buscou inspiração na Bíblia. Assim, encontrou uma promessa contida no livro do Deuteronômio, no trigésimo primeiro capitulo, na parte intitulada “O cântico de testemunho”: “E agora, escrevei este cântico, ensinai-o aos israelitas e ponde-o nos seus lábios, para que me sirva de testemunho contra eles”.


É assim que teve início o trabalho de composição para o hino e caráter expresso do versículo bíblico mencionado, que permeia toda a canção. O texto está enraizado nas Escrituras e expressa o conteúdo com palavras poéticas. O hino abre com um trecho do Salmo 121 (120), que infunde em nossos corações a paz e confiança no olhar misericordioso que o Senhor nos direciona; Ele fará cumprir a promessa de ser próximo a humanidade “Agora e para sempre”. Ainda na primeira estrofe, no centro da citação do Antigo Testamento, Deus é descrito como misericordioso.

No segundo verso encontramos referências a parábola da ovelha perdida do Evangelho de Lucas (Lc 15: 1-7) que suscita a esperança do esforço contínuo de Deus para levar o homem à plenitude da vida. Na parábola, Jesus assegura que, no céu, há grande alegria pela conversão de cada pecador. Por meio de Sua morte na cruz, Jesus nos abriu as portas de uma nova vida: levou a humanidade a um plano eterno de salvação através de Seu Santo Sangue, derramado por nós.

O refrão retoma as palavras da quinta bem-aventurança do Sermão da Montanha, o Evangelho de Mateus (Mt 5: 3-10): “Bem-aventurados os misericordiosos, porque encontrarão misericórdia”. Este é o lema da Jornada Mundial da Juventude, a ser realizada em Cracóvia, a cidade da mensagem da Misericórdia revelada a Santa Faustina Kowalska.

A terceira estrofe é uma paráfrase das palavras do Salmo 130 De Profundis: Se tiverdes em conta nossos pecados, Senhor/ Senhor, quem poderá subsistir diante de vós? / Mas em vós se encontra o perdão dos pecados/ para que, reverentes, vos sirvamos." A atitude de Deus em relação a nós inspira-nos a viver a misericórdia nas relações com o nosso próximo.

A estrofe seguinte comunica o significado de alguns pontos fundamentais do Kerygma (o conjunto de verdades fundamentais contidas no Evangelho), que estão relacionadas a nossa libertação, na crucificação, morte e ressurreição de Cristo, além da aceitação de Jesus na fé como único Senhor e Salvador.

O texto do hino contém um encorajamento para viver no sinal de esperança e confiança, decorrente da Ressurreição de Jesus Cristo.


“Li essas palavras quando rezava com a Bíblia na mão pedindo a Deus uma garantia para desejos Dele, incluindo a redação do hino Cracóvia JMJ 2016” – explica Jakub Blycharz, o autor do hino. – “E entendi que o Senhor me fazia uma promessa. Sua confirmação era o próximo trecho da Bíblia, no qual Deus assegura a Moisés, que concederá a todos os artistas talentosos uma agilidade para cumprirem o que lhes confiou (cf. Ex 31,6b). Seguro com este estímulo peguei no violão e... já tinha o refrão pronto”.


Jakub Blycharz, autor do Hino da JMJ

No desenvolvimento do hino se envolveram os membros de duas comunidades carismáticas de Cracóvia: Voz no Deserto e Comunidade de Louvor e Evangelização Janki. 

"Durante o trabalho aconteceram variadíssimas coisas: estavámos numa sala bem fria, as pontas dos dedos estavam congelando e eu acabei ficando doente exatamente quando tinha que gravar de vocal. A solução foi um monte de lenços de papel, água mineral e até prata coloidal. Não acreditava que tudo isso estava acontecendo. Nessas condições essa gravação era quase impossível."


Katarzyna Bogusz, vocal

''Todos nós tínhamos uma certeza absoluta, que Deus nos abençoou durante todo o trabalho do hino. Não digo que anteriormente (nos outros projetos) não nos tinha abençoado, porque isso sempre acontece de várias formas. Aqui foi questão de deadline, simplesmente tínhamos que entregar isso no dia exato e não era possível adiar. Se o Senhor não agisse, nunca teríamos feito isso. Todavia, Ele quis isso, como podemos ver. É por isso que deu certo.''


Aleksandra Maciejewska, vocal

HINO JMJ.mp3 mp3 11.9 MB 23-03-2015 Pobierz
hinojmjcracovia2016_versaoinstrumental.wav wav 52.3 MB 29-04-2015 Pobierz
Regulamento_PR_final.pdf pdf 198.26 KB 12-08-2015 Pobierz

Está página contém cookies. Ao continuar navegando aceitará o seu uso.

Aceitar