26/07 - 31/07/2016

Atualizações / Notícias

Atrás

Papa Francisco durante a Audiência Geral: “Eu agradeço a todos os jovens que vieram a Cracóvia!”

2016-08-03 / Papież Franciszek


Durante a Audiência Geral da quarta-feira, o Papa Francisco referiu-se à sua recente peregrinação à Polônia e à Jornada Mundial da Juventude.

“Hoje eu quero compartilhar a memória da minha viagem apostólica à Polônia, que terminou há poucos dias. O motivo para ela foi a Jornada Mundial da Juventude”.

… a juventude do mundo recebeu a mensagem da misericórdia para levá-la a todos os lugares.

“Uma vez mais os jovens responderam ao chamado: eles vieram de todo o mundo para celebrar um festival de cores, diferentes rostos, línguas, histórias. Eles vieram aqui também com as suas feridas, as suas dúvidas, mas acima de tudo, com a alegria do encontro. Outra vez eles formaram um mosaico de irmandade. Durante este grande encontro do Jubileu, os jovens receberam a mensagem da misericórdia para levá-la a todos os lugares através das obras da alma e do corpo. Eu agradeço a todos os jovens que vieram a Cracóvia! E eu agradeço aqueles que juntaram-se a nós de cada canto da Terra! Que o dom recebido por vocês torne-se uma resposta diária ao chamado de Deus”, disse o Santo Padre aos fiéis no Auditório Paulo VI.


… a Europa não tem futuro separada de seus valores de base.

O Papa Francisco também falou sobre o importante papel que a Polônia possui na Europa contemporânea: “Eu também visitei o Santuário em Częstochowa. Diante da imagem de Nossa Senhora, diante de Seu olhar maternal, é possível entender o sentido espiritual da peregrinação desta nação, cuja história está inseparavelmente conectada com a Cruz de Cristo. Aqui, nós tocamos de forma tangível a fé do povo santo de Deus, que mantém a esperança diante das provações; e também mantém esta sabedoria, que é um balanço entre a tradição e a inovação, entre o passado e o futuro. E a Polônia recorda a todos da Europa hoje, que não se pode falar sobre o futuro do continente separado de seus valores de base, centrados na visão cristã de homem e incluindo a mensagem da misericórdia expressada tão eloquentemente no último século pelos santos João Paulo II e Santa Faustina Kowalska”.

… esta viagem também teve uma perspectiva global.

Ele também enfatizou a perspectiva global de sua presença no antigo campo de concentração Auschwitz-Birkenau:

“Finalmente esta viagem teve uma perspectiva global, por um mundo estimulado a responder ao desafio conectado com a guerra ameaçando-o “em pedaços”. E aqui o grande silêncio da visita em Auschwitz-Birkenau falou mais do que qualquer palavra. Neste grande silêncio, eu rezei por todas as vítimas da violência e guerra. Por tudo isso eu agradeço a Deus e à Virgem Maria”.

… Eu agradeço à nação polonesa e à Igreja da Polônia por este grande festival da juventude.

O Papa Francisco, durante a sua primeira audiência após um intervalo em julho, também dirigiu-se aos peregrinos poloneses:
“Irmãos e irmãs, através de vocês eu agradeço à nação polonesa e à Igreja da Polônia por este grande festival da juventude, que pudemos vivenciar em Cracóvia. Mais uma vez eu agradeço ao Presidente da Polônia, os representantes do governo, ao Cardeal Arcebispo de Cracóvia e todo o Episcopado da Polônia e todos aqueles que, de diversas maneiras, prepararam e fizeram este evento possível, o qual ofereceu um sinal de fraternidade e paz para a Polônia, a Europa e o mundo.”

“Eu peço a Deus que esses jovens que eu encontrei em Cracóvia carreguem em seus corações a chama da Sua misericórdia para o mundo inteiro. Eu confio a Deus a alma do Cardeal Macharski, a quem eu pude visitar antes de sua morte, ocorrida ontem! Que Deus os abençoe!”



 AS
Tradução: Patricia Paiva-Perycz
Foto: Stanisław Wasiutyński, Tytus Stachowiak


Está página contém cookies. Ao continuar navegando aceitará o seu uso.

Aceitar