26/07 - 31/07/2016

Atualizações / Notícias

Atrás

Paramentos da Missa de Envio

2016-07-31 / News


O Papa, os bispos e os sacerdotes vestirão os paramentos confeccionados especialmente para a Missa de Envio.

 

Durante a Missa de Envio no Campus Misericordiae o Santo Padre, os bispos e os sacerdotes que participarão na cerimônia vestirão casulas confeccionadas especialmente para essa função. As vestes litúrgicas serão brancas, a cor que normalmente se utiliza para as cerimônias de maior importância.

Para a Missa, foram preparadas cerca de 15 mil casulas. Entre elas há uma que claramente se distingue, aquela confeccionada para o Papa.

 

A cor branca e a madeira: entre classicismo e tradição

 

As casulas para a Missa de Envio têm um desenho muito simples e foram confeccionadas com um tecido branco. Na parte da frente, a formar uma cruz aparecem três linhas. A primeira representa a trave principal e é amarela. As outras, transversais, fazendo referência ao quadro  “Jesus, confio em Vós”, representam o sangue e a água. O modo em que foram desenhadas as linhas da casula representam o logotipo da JMJ Cracóvia 2016. Na parte de trás há uma pequena cruz. O estilo delicado da veste litúrgica está de acordo com o desenho do Altar principal do Campus Misericordiae. Não existem cores vivas como as que caracterizam as imagens da JMJ Cracóvia 2016. Pelo contrário, são caraterizadas pela simplicidade e tradição.

“Os logotipos que aparecem na casula são discretos e estão escondidos na parte inferior. Desta forma é possível utilizá-la em outras ocasiões e não só durante a Jornada Mundial da Juventude.” disse Monika Rybcyńska, designer do setor gráfico da JMJ Cracóvia 2016.

“Ao olhar para o Altar ressaltam a madeira e a cor branca. E, para o desenho da casula decidimos recriar todos os elementos visuais do altar, ou seja, continuar com um estilo clássico”, acrescenta.

O projeto de desenho das casulas começou em setembro de 2015 e acabou em fevereiro de 2016. O autor do último desenho é Maciej Cieśla, que trabalhou no setor gráfico. Entre todos os projetos recebidos o seu foi considerado o melhor e foi aceito pelo Departamento dos Atos Centrais. Maciej Cieśla foi também o co-autor da maioria dos desenhos e imagens símbolo da Jornada Mundial da Juventude de Cracóvia. Ele, porém, morreu em julho, vítima de uma grave doença, e não conseguiu chegar a ver a sua obra durante a Missa de Envio no Campus Misericordiae.

Depois da Missa, cada sacerdote terá a possibilidade de ficar com a casula como recordação deste encontro com os jovens na Polônia.

 

 

KatarzynaDomagała

Foto: Pe. Rafał Arciszewski

Tradução: Salomé Matos

Revisão: Esnair Vieira Neto

Está página contém cookies. Ao continuar navegando aceitará o seu uso.

Aceitar